quarta-feira, 22 de junho de 2011

Apocalipse (Continuação...)

"Hoje, não são as entranhas do planeta que se agitam: são as da Humanidade"
- Gênese.


Olá, galera! Muito antes de começar esse blog, eu tinha ideias, muitas delas sobre: Como não veem? Como podem acreditar em coisas tão ilógicas? Onde estão pessoas como eu? E esses pensamentos me castigam a cada postagem. Será que estou informando corretamente? Nem eu sei de tanta coisa! Me bate um desanimo.Só que a frase inicial do nosso blog não está ali atoa, não está ali apenas pra vocês... está principlamente pra me lembrar do propósito.O propósito de responder minhas próprias dúvidas, seguindo o caminho de Deus.Me intriga como tantas pessoas estudadas não vejam além da dor, não reparem na grandiosa obra divina atuando em nós e isso, todo o tempo.Nas horas mais horriveis, nos desastres mais desumanos, nas grandes lutas diárias. Deus nos dá a chance. De fazermos o que foi pedido através de Jesus... Amar.
"Ó pra que amar?! Que saco!"
Pois é, as vezes eu acho isso mesmo... só que é a maneira mais 'agradável' para evolução.
"Evolução??? Tá é louca!"
É, evolução. Rs. Vai dizer que não sabe que evoluimos? Não???
"A Humanidade se transforma como já se transformou noutras épocas, e cada transformação se assinala por uma crise que é, para o gênero humano, o que são, para os indivíduos, as crises de crescimento. Aquelas se tornam, muitas vezes, penosas, dolorosas e arrebatam consigo gerações e as instituições mas, são sempre seguidas de uma fase de progresso material e moral."
Não se dá feijão para o bebê, como o nerd dos anos 60 não tinha um tablet. Precisou mudar, precisou estudar, crescer! É assim com a humanidade. Crescemos e agora chegou a nova fase apesar de toda a má-vontade nossa, o futuro é certo.
Sobre o juízo final, único e universal... Isso não tem lógica! Por fim para sempre na Humanidade, repugna à razão, pelo simples fato que Deus ficaria na inatividade antes da criação da Terra e depois toda a eternidade com o fim da mesma. Que utilidade teria o Sol, a Lua e as estrelas que para muitos foram feitos para iluminar o mundo e deixar os humanos felizes? É estranho toda essa magnifica obra ser produzida para durar tão pouco.

Sinais do Apocalipse.

Vou citar dois trechos bíblicos:
" Nos últimos tempos, diz o Senhor, espalharei do meu espírito por sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão; vossos jovens terão visões e vossas velhos terão sonhos. - Nesses dias, espalharei do meu espírito sobre os meus servidores e servidoras e eles profetizarão." Atos, cap.II 17 a 18 - Joel,cap.II, vv. 28 a 29.
Dã, estão falando de médiuns! E hoje em dia tem muitos mesmo. (não sabe o que são médiuns? Pergunta ae!)
"Então, o irmão entregará o irmão para ser morto; os filhos se levantarão contra seus pais e suas mães e os farão morrer. - Sereis odiados de toda a gente por causa do meu nome; mas, aquele que perserverar até o fim será salvo." (S. Marcos, cap. XVIII, vv. 12 e 13.)
Bem, a violência tai. Alguém tem dúvida disso? Mas eu coloquei esse trecho por outro motivo, "aquele que perserverá será salvo" Deve ser dai que tiraram que temos que aceitar Jesus para ser salvo. Queridos, aceitar Jesus é aceitar religião? NÃO! Aceitar Jesus é seguir suas lições de amor, de moral, de caridade. Não importa se é ateu, católico ou winka! Tá no caminho de Deus? Então, parabéns! Eu sei que é estranho... eu não devia convencer vocês a serem espiritas? Eu só espero que vocês sejam bons e que encontrem pessoas como vocês.

Fontes: Gênese e Biblia.

Bom feriado para todos!

Por: Yasmin Queiroz

quarta-feira, 15 de junho de 2011

As Religiões e o Apocalipse (Fim do Mundo)










A palavra apocalipse, do grego αποκάλυψις, apokálypsis, que significa "revelação". Um "apocalipse", na terminologia do judaísmo e do cristianismo, é a revelação divina de coisas que até então permaneciam secretas a um profeta escolhido por Deus. Por extensão, passou-se a designar de "apocalipse" aos relatos escritos dessas revelações.
Na maioria das bíblias em língua portuguesa se usa o título Apocalipse e não Revelação, até o significado da palavra ficou obscuro, sendo às vezes usado como sinônimo (errôneo) de "fim do mundo".

Católicos

A Igreja Católica crê e ensina que o mundo atual, assim como Deus o fez e assim como é, não durará para sempre. Todas as criaturas visíveis feitas por Deus no decorrer das eras[...] deixarão de existir e serão transformadas numa nova criação." Também, o católico exalta a criação como "a bondade de Deus", é, como uma verdadeira obra de arte", mas prossegue descrevendo como os elementos literais, físicos, experimentarão uma "total inversão, mediante uma súbita volta ao caos".
Outros, rejeitam a idéia do "fim do mundo", sendo que para eles, a expressão apenas indica um estado de mudança das atuais condições do mundo para condições novas, como o mundo já teria sofrido outras metamorfoses no passado. Interpretam a passagem do Evangelho de João, no capítulo 14, versículo 12: "Em verdade, vos digo: aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço, e fará ainda maiores do que estas, porque vou para junto do Pai." como um sinal de constante desenvolvimento e aperfeiçoamento infinito do homem.

Testemunhas de Jeová

Eles acreditam que a Terra jamais será destruída, segundo o que entendem de versículos bíblicos tais como Eclesiastes 1:4, Isaías 45:18 e Salmos 37:29. Ensinam que o propósito de Deus é que o planeta se encha de humanos e que, portanto, a expressão "fim do mundo", ou "fim do sistema de coisas" conforme a versão da Bíblia que usam e todas as outras versões da Bíblia ; refere-se à ocasião em que Deus, através do seu Filho Jesus Cristo, estabelecerá um reino ou governo global, eliminado todos os outros governos humanos.

Evangélicos

A Bíblia ensina haver três céus: o primeiro, significando a atmosfera que circunda a Terra (Oséias 2.18); o segundo, o céu das estrelas (Gênesis 1.14-18); e o terceiro, também chamado Paraíso, é a habitação de Deus e de todos os salvos (Filipenses 1.23). O "FOGO" será o principal elemento a ser usado por Deus no derramamento de seus juízos sobre a Terra e na destruição de corpos celestes.
"O Senhor virá em fogo, e os seus carros como um torvelinho, para tornar a sua ira em furor, e a sua repreensão em chamas de fogo. Porque com fogo e com a sua espada entrará o Senhor em juízo com toda carne, e os mortos do Senhor serão multiplicados" (Isaias 66.15-16).

Budismo

Buda predisse que seus ensinamentos irão desaparecer depois de 500 anos. De acordo com Sutta Pitaka, as dez normas de conduta moral irão desaparecer e as pessoas irão seguir os dez conceitos imorais do roubo, violência, mentira, difamação, adultério, conversa ociosa e abusiva, desejos de cobiça e maldade, ambição desenfreada, e perversão sexual que resultariam no aumento da miséria espiritual e no fim das leis seculares da verdade de darma.

Hinduísmo

As profecias tradicionais dos Hindus, como são descritas nos Puranas e em vários outros textos Hindus, dizem que o mundo deverá cair no caos e degradação. Haverá então um rápido influxo de perversidade, inveja e conflito, e este estado foi descrito como:
"Quando o estelionato, letargia, apatia, violência, desânimo, tristeza, desilusão, medo e superação da pobreza... quando o homem, preenchido com esta conceito, considerar a si próprio um igual com o Brahma... esta é o Kali Yuga."
Isto é seguido pela manifestação do décimo e futuro avatar. Deus deverá manifestar-se como Avatar Kalki. Ele é "retratado como um jovem magnífico cavalgando num grande cavalo branco com uma espada semelhante a um meteoro fazendo chover morte e destruição por todos os lados" "A sua vinda restabelecerá a justiça na terra, e a volta de uma era de pureza e inocência.”Avatar Kalki irá estabelecer a ordem sobre a terra e a mente das pessoas irão se tornar pura como um cristal. Como um resultado disto, o Sat ou Krta Yuga (idade dourada) será restabelecida.

Islamismo

Existe a crença que no Dia do Juízo, Deus irá ressuscitar e julgar os mortos, mandando os justos para o Céu e os que não mostrarem arrependimentos de suas maldades para o Inferno. As origens históricas da escatologia Islâmica parecem ser bem similares à Cristã, visto que Maomé ensinou aos seus companheiros, que alguns deles iriam ver o fim das coisas no decorrer de suas vidas, tal como se entende que Jesus ensinou a seus discípulos.

Judaismo

O fim do mundo é chamado de acharit hayamim (fim dos dias). Eventos tumultuosos abalarão a velha ordem do mundo, criando uma nova ordem na qual Deus é universalmente reconhecido como a nova lei que organiza tudo e todos. Uma das sagas do Talmud diz "Deixe o fim dos dias chegar, mas eu não devo estar vivo para presenciá-lo", porque os vivos na ocasião serão submetidos a tais conflitos e sofrimentos.


Curiosidade
Atualmente ministrados por judeus ortodoxos, os anos relatados são consistentes com a passagem das eras, com 24 horas por dia e uma média de 365 dias por ano. Tal conclusão foi alcançada após realizarem-se as apropriadas calibrações, considerando a incongruência entre o calendário lunar e o calendário solar, já que o calendário judaico é baseado em ambos. O ano de 2006 equivale, assim, a 5766 anos desde a Criação. Portanto, de acordo com o cálculo, o fim do mundo, pelos preceitos judaicos, ocorrerá em 30 de setembro de 2239.

Espíritas

Segundo o Espiritismo, o planeta Terra não terá um fim, e sim uma transformação, na época de sua regeneração, em que o nosso planeta atingirá mais uma etapa evolutiva, subindo um degrau a mais na sua evolução material e moral, semelhante às etapas de regeneração que ocorrem constantemente nos milhares de outros planetas habitados do Universo.

Ciência

Os cientistas, no entanto, não afirmam que esse fim acontecerá inevitavelmente conforme suas teses.
As previsões científicas são várias: aquecimento, resfriamento, soterramento dos oceanos, falta de alimentos para uma superpopulação, guerra nuclear, etc.

CONSIDERAÇÕES

O aumento de dióxido de carbono eleva a temperatura, mas isso ocorre de forma tão lenta, que os seres vivos vão se adaptando à mudança. Um aquecimento para inviabilizar a vida pode ocorrer, mas é algo bem demorado.

O aterramento dos mares é fato real, que se observa em algumas ilhas onde as águas já cobriram partes antes descobertas. A escassez de alimento já é fato há muito existente. Enquanto alguns têm muito, grande parte da população não tem o suficiente. A superpopulação tende a aumentar a fome.
A guerra nuclear é a hipótese que poderá ocorrer rapidamente. Mas os controladores dessas armas sabem muito bem que poderiam extinguir a si mesmos ao usá-las. O mais provável que poderia ocorrer é a hipótese de um erro e um acidente incontrolável.

O choque com outro corpo celeste é um dos maiores riscos.


Conclusão
A maioria das religiões monoteístas ocidentais tem uma doutrina que prega que seus membros 'escolhidos' ou 'valorosos' de uma fé verdadeira irão ser poupados ou livrados do julgamento prometido e da fúria de Deus. Eles irão ser conduzidos para o paraíso antes, durante ou após isto dependendo do cenário do fim do mundo para que eles estejam esperando. Outras religiões politeístas também possuem conceitos de um destino individual após a morte ou um ciclo de renascimentos, sendo que algumas também apresentam a ideia de uma abrupta transformação da situação colectiva da humanidade.










Por: Caroline

sábado, 11 de junho de 2011

Perguntas em série #1

Perguntas cabulosas com respostas sagazes sobre reencarnação.





Não esqueça de fazer as suas perguntas, eu quero umas bem dificeis, ok?

Por: Yasmin Queiroz

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Recadinho dos nossos evangelizadores

video

Apocalipse

“E eles cantavam um cântico novo: Tu és digno de receber o livro e de abrir os seus selos, pois foste morto, e com teu sangue compraste para Deus gente de toda tribo, língua povo e nação. Tu os constituiste reino e sacerdotes para nosso Deus,e eles reinarão sobre a terra”
(Apocalipse 5 : 9,10)

Não entendamos Apocalipse como fim do mundo, pois sabemos que nada acaba. Seremos dignos de receber o livro da vida enfrentando essas tribulações terrenas. Gente de todas as tribos, línguas, povos e nações sofrerão no plano físico, para assim constituir ‘reino e sacerdotes para nosso Deus’, vendo pelo ponto de vista Espírita, quer dizer que, para realmente vivermos num mundo de regeneração, onde não haverá prepotencia do mal sobre o bem, é preciso mudar nossos conceitos sobre o material, vivenciar mais as coisas intangíveis, o olhar para o horizonte, o sentir o perfume da primavera. Esquecer que carros e casas acabam por qualquer coisa, enquanto as coisas supracitadas primeiro, jamais se apagam.
De Norte a sul, Leste a Oeste, haverá tragédias, vulcões, terremos, furacões, estas coisas só são necessárias, por que deixamos de fazer esses turbilhões de mudanças dentro de nós por séculos, agora precisamos entender e mudar, praticamente na marra. Até por que as mudanças estão vindo em ondas.
Um grande exemplo é o povo de Nova Friburgo, tradicionalmente conhecidos por seus “narizes em pé”, ou conhecidos como “snobs”, só que quando aconteceu a tragédia de Janeiro, o povo se uniu, a solidariedade falou mais alto do que as diferenças sociais. Os valores morais falaram mais alto que os materiais. E assim será por alguns longos anos, até vivermos em um mundo de regeneração. Este é somente mais um exemplo da bondade de Deus.
Quem não conhece pelo menos um pedaço da Bíblia prevendo coisas horrendas no momento do Apocalipse? Pois, bem. Alguém sabe o significado de Apocalipse? Apocalipse nada mais nada menos significa Revelação. “Ó Meu Deus, mas me disseram que o mundo vai acabar no apocalipse, então não devia ser destruição?” Quem te disse leu a Bíblia, e você leu? Se lesse com atenção, observaria que todas as calamidades ditas lá, já acontecem hoje. Tá vendo o mundo acabar? Tá sentindo um arzinho fedorento de morte no ar? Se está é melhor sair daquele curso de inglês que você se escreveu. Vai gastar dinheiro pra quê?
Se você, como eu, percebeu que a coisa não é assim, leia abaixo:

“Sob essas alegorias, grandes verdades se ocultam. Há, primeiramente, a predição das calamidades de todo gênero que assolarão e dizimarão a Humanidade, calamidades decorrentes da luta suprema entre o bem e o mal, entre a fé e a incredulidade, entre as idéias progressivas e as ideias retrógradas. Há, em segundo lugar, a difusão, por toda a Terra , do Evangelho restaurado na sua pureza primitiva; depois a do reinado do bem, que será o da paz e da fraternidade universais, a derivar do código da moral evangélica, posto em prática por todos os povos. Será, verdadeiramente, o reino de Jesus, pois que ele presidirá à sua implantação, passando os homens a viver sob a égide da sua lei. Será o reinado da felicidade, porquanto diz ele que - << depois dos dias de aflição, virão os de alegria>>."
- Gênese.

Então,tudo que é de ruim começa agora, no apocalipse, a caminhar para seu fim.E o mundo deixará de ser um mundo de prova e espiações, ou seja, um mundo de sofrimento. O futuro nos será o paraiso prometido por Jesus. O paraíso não só no "céu" como na Terra.

Dúvidas sobre o assunto? Deixe suas perguntas nos comentários.

Por: Bruno e Yasmin.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Tirinhas






















Por: Caroline Lembo